Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Notícias

Hospital de Base ganha enfermaria com 38 leitos

Os recursos disponibilizados pela Justiça do Trabalho também serão investidos na implantação de outra enfermaria
Os recursos disponibilizados pela Justiça do Trabalho também serão investidos na implantação de outra enfermaria

A juíza da 2ª Vara do Trabalho, Eloina Machado, destinou recursos de uma ação pública para reforma de quatro enfermarias da unidade.

Ao destacar a saúde como uma prioridade de governo e o esforço para a construção do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, com recursos da população itabunense e que atende há 19 anos aos pacientes de mais de 160 municípios, o prefeito Fernando Gomes lamentou o empobrecimento dos municípios, hoje convivendo com a falta crônica de recursos.  Ele elogiou a juíza da 2ª Vara do Trabalho, Eloina Machado, ao destinar recursos de uma ação pública para reforma de quatro enfermarias daquela unidade hospitalar, o que possibilitou a realização das obras.

As declarações foram feitas no sábado (11), durante inauguração da enfermaria Raquel Lopes Barbosa, que atuou na área da enfermagem com um trabalho social de assistência e apoio integral aos pacientes. A unidade tem 38 leitos, vai atender pacientes de neurocirugia e clínica, e está equipada com carro de emergência, camas, mesas de cabeceira, pontos de oxigênio, quartos climatizados com ar condicionado, além de uma sala de recepção equipada com televisão e serviços de apoio contando com uma equipe de médicos plantonistas da área clínica e cirúrgica, bem como de duas enfermeiras e técnicas de enfermagem.

O prefeito Fernando Gomes lembra que este ano foram inauguradas duas novas enfermarias, a frei Joaquim Cameli e a enfermeira Raquel Gomes Barbosa, e uma terceira unidade deverá estar concluída até o início do próximo ano, com 40 leitos, cujas obras estão sendo iniciadas agora. Os recursos disponibilizados pela Justiça do Trabalho também serão investidos na implantação de outra enfermaria com mais de 22 leitos de retaguarda, ampliando assim a oferta dos serviços do Hospital de Base.

Numa solenidade que contou com as presenças do vice-prefeito Fernando Vita, secretários municipais e os vereadores Ronaldo Geraldo, Júnior Brandão e Alex Alves de Melo, o Alex da Oficina, além de dirigentes da Fundação de Assistência à Saúde (Fasi), o prefeito falou do esforço para construção do Hospital de Base, que seria construído com os recursos da venda da Sulba, mas como o dinheiro não foi repassado pelo governo do estado, a obra foi executada pela prefeitura de Itabuna, com recursos próprios e uma ajuda de R$ 1,3 milhão repassados pelo então ministro da Saúde, Alceni Guerra. Depois, o governador ACM ajudou no custeio de 50% dos equipamentos e mobiliário da unidade de saúde.

Ao lembrar que o Hblem lida com vidas humanas e que saúde é uma coisa séria, Fernando Gomes fez uma homenagem a Raquel Lopes Barbosa, “uma mulher abnegada e que deixou a sua marca na formação dos filhos, bem como na luta em defesa de uma saúde de qualidade e na humanização do atendimento”.

Agradecida pelo que considerou uma homenagem justa e merecida à sua genitora, Raquel Lopes Barbosa, que morreu aos 89 anos em 2015, e deu nome a uma enfermaria do Hospital de Base, a juíza do Trabalho Eloína Machado elogiou o prefeito Fernando Gomes, “ao demonstrar que quando se administra com boa vontade as coisas acontecem e melhoram a qualidade de vida da população”.

A juíza também destacou o comprometimento da equipe do Hospital de Base na prestação de serviços de melhor qualidade aos pacientes. Ela também salientou a sua preocupação social para que as coisas melhorem para a população, através de um compromisso com a cidade e a sua vida social, realizando ações nas diversas áreas e ainda com a destinação de recursos para melhoria dos serviços de saúde.

A juíza Eloina Machado destacou a capacidade de Raquel Lopes Barbosa, que não foi apenas uma enfermeira, mas uma mulher dedicada que fazia o acompanhamento dos pacientes de forma integral, “foi uma pessoa que viveu à frente do seu tempo, que valorizava, sobretudo, a educação. Ela nasceu para servir e amar, contribuindo decisivamente para a minha formação e de todos os seus filhos de forma ética e de respeito aos valores”, complementou.

Ela disse ainda com emoção, que “esta foi justamente a homenagem que eu gostaria que fosse feita a ela, que atuou por várias décadas no hospital de Santo Antônio de Jesus, onde era conhecida como mãe Raquel pelos milhares de pacientes que cuidou ao longo da vida,” e que pretende levar Itabuna, uma cidade que ama, no seu coração.

Na solenidade falaram ainda a secretária da Saúde, Lísias São Mateus, destacando que o Hospital de Base funciona como uma unidade de excelência e ganha agora novos equipamentos graças a ações como a da juíza Eloína Machado, evidenciando a importância da articulação entre os constituídos e a própria sociedade civil organizada.

O espírito fraterno da juíza Eloína Machado foi elogiado também na solenidade de inauguração da enfermaria Raquel Lopes Barbosa, pelo diretor médico do Hospital de Base, José Henrique Carvalho, enfatizando que “este hospital é um equipamento importante para salvar vidas e oferece um excelente padrão de resolutibilidade para pacientes de Itabuna e de mais de 160 municípios”.

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: