Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Notícias

O Human Papiloma Virus (HPV) é uma doença sexualmente transmissível e pode causar vários tipos de câncer. Por isso, é preciso que meninos de 11 a 14 anos e meninas de nove a 14 anos procurem os postos de saúde para se prevenirem. E para alertar sobre a importância da vacinação contra HPV e meningite do tipo C, o Ministério da Saúde (MS) lançou nesta semana, campanha publicitária que utiliza a linguagem das séries famosas de TV para se aproximar dos adolescentes. O objetivo do governo é ampliar especialmente a cobertura da vacinação, através de mobilização e comunicação contra essas doenças. Em Ilhéus, o foco será reforçar as indicações já estabelecidas na rotina de vacinação do município.

 

 

Caio Vitor, de 12 anos foi a um posto atualizar a carteira de vacinação e aproveitou para se imunizar também contra HPV e meningite. “Uma das únicas que faltavam. Eu acho importante para prevenir né, contra essas doenças que um dia possa vir”, opina. Laísa Lopes, de 14 anos foi com os pais ao posto se vacinar contra HPV e vai voltar para tomar a segunda dose. “Já tomei as primeiras doses. Devo voltar para vacinar novamente”. Já Camile Moreira, de 13 anos ainda não se vacinou contra HPV, mas sabe que é importante. “Acho importante sim. De repente posso parar num hospital por não ter tomado”, disse.

 

Meninos e meninas

Alerta também para os pais que devem procurar informações, pois não existe tratamento totalmente eficaz para eliminar o vírus sem o auxílio da vacina que é quadrivalente, onde cada dose tem duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B. A vacinação contra HPV é direcionada a meninas entre nove e 14 anos e meninos entre 11 e 14 anos. Já a campanha contra meningite C abrange meninas entre 12 e 13 anos e meninos entre 11 a 14 anos. Segundo o ministério, a meningite C é a forma de doença mais prevalente entre as meningites bacterianas.

 

A meta do ministério é vacinar 10 milhões de adolescentes. Por isso, a Prefeitura de Ilhéus vai contar com a ajuda das escolas, que vão poder realizar campanha de vacinação, como explica a coordenadora de Imunização da Secretaria de Saúde, Walkiria Cardeal. “Com a ajuda das escolas, podemos fazer ampla cobertura dessa faixa etária e garantir que o HPV caia a níveis baixos na cidade. É realmente uma ação importante a ser feita para evitar que esses adolescentes desenvolvam câncer no futuro, ressalta Walkiria.

 

A população deve procurar as unidades básicas de saúde mais próximas de sua residência e levar a carteira de vacinação. As vacinas contra HPV e meningite continuam disponíveis nos postos de saúde do SUS, CAE III, PSF da Conquista, Ilhéus II, Olivença, Vila Cachoeira, USF do Banco da Vitória e podem ser tomadas durante todo ano. São duas doses com intervalo de seis meses.

  • Criado em .

 Prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre, diz que interessa ao governo do Estado manter o Hospital Regional Costa do Cacau como referência em Saúde

 


Visita de autoridades ao hospital  para anunciar novos investimentos

 

 O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas e o prefeito de Ilhéus,Mario Alexandre, visitaram o Hospital Regional da Costa do Cacau, domingo (18). Juntos, anunciaram para os próximos dias, a inauguração da terceira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, com mais 10 leitos, e o funcionamento de serviços especializados de endoscopia e hemodiálise. Segundo o secretário, novos equipamentos para a unidade chegarão ainda essa semana.

 

Inaugurado há 60 dias, o hospital já reduziu filas para cirurgias, inaugurou recentemente serviços de hemodinâmica, passando a ser a primeira unidade da rede pública de saúde da região sul da Bahia a realizar a coronariografia e, em breve, duplicará o número de cirurgias cardíacas na região, com capacidade de realizar mais de 20 procedimentos por mês.“Alguns ajustes serão feitos com a equipe gestora da unidade para melhorar o atendimento prestado à população, mas o hospital já está funcionando dentro do padrão de qualidade que esperávamos”, avaliou Fábio Vilas-Boas.

 

Referência

O prefeito Mário Alexandre ressaltou como positiva a vistoria realizada, que demonstra o cuidado que o Estado está tendo com os usuários. “Interessa ao governo do Estado manter o Hospital Regional Costa do Cacau como referência em Saúde. Estamos focados para melhorar a saúde para a população de Ilhéus e a presença do secretário Fábio Vilas-Boas enfatiza nossa preocupação e a busca de solução com ações imediatas que já foram anunciadas na coletiva de sábado”, destacou.

 

Além do prefeito e do secretário estadual de Saúde, participaram da visita o secretário Municipal de Governo, Alisson Mendonça; o deputado federal, Paulo Magalhães e representantes do Conselho Municipal de Saúde, acompanhados pelo diretor técnico da unidade, Cláudio Moura Costa. O secretário estadual salientou que a visita teve um olhar mais técnico, um processo importante para os setores da unidade hospitalar e para os usuários que utilizam os serviços públicos de saúde.

 

  • Criado em .

A valorização de funcionários a partir do remanejamento de técnicos especializados para setores específicos como reconhecimento profissional é uma das principais metas da nova presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI) do Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhaes, Karla Macedo. Com esta ação ela pretende ampliar e melhorar a resolutividade do serviço prestado à comunidade regional, sem necessidade de investimentos financeiros. “Temos profissionais de alto nível, mas fora de sua função que precisam ser remanejados para melhor produtividade”.

À frente da diretoria há pouco mais de uma semana, Karla disse que, com o apoio assegurado pelo prefeito Fernando Gomes e pela secretária de Saúde Lísias São Mateus, não resta dúvida de que o Hospital de Base será transformado numa grande referência no atendimento de urgência e emergência e, por extensão, na excelência do serviço, como deseja o prefeito.

Ela trabalha no hospital há mais de um ano e afirma conhecer bem o funcionamento e a importância social que o HBLEM tem para os mais de dois milhões de pacientes de Itabuna e de outros 162 municípios pactuados que buscam o atendimento 100% gratuito, oferecido pelo Sistema Único (SUS). 

Outra ação que já está sendo colocada em prática é a implantação de um núcleo de planejamento como uma extensão da diretoria. A proposta é fazer uma gestão compartilhada, por entender que ninguém trabalha sozinho. “A soma de esforço, união e compartilhamento vão resultar na eficiência e melhoria do serviço que o município oferece”.  

 

Legenda: Karla Macedo, nova diretora do Hospital de Base de Itabuna

  • Criado em .

A população pode denunciar situações suspeitas por meio do telefone 3617-9169. O serviço de vigilância tem cerca de cinco mil estabelecimentos cadastrados

 

O Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de Itabuna apreendeu, na última sexta-feira (9), mais de 174 quilos de carne imprópria para o consumo. O alimento encontrado em um mercado de carne, no bairro São Caetano, estava em estado de decomposição, segundo os fiscais da Vigilância Sanitária. Eles chegaram ao local por meio de denúncia e após apreensão, o produto foi destruído.

O diretor do departamento, Manoel Mattos, alerta a população para ficar atenta ao comprar produtos comercializados, principalmente em locais como feiras livres. “É importante que se verifique prazo de validade, condições de acondicionamento, origem e manipulação do que está sendo vendido e caso suspeite de alguma irregularidade, que denuncie à Vigilância por meio do telefone 3617-9169. O denunciante não precisa se identificar-se assim desejar”.

Quanto aos comerciantes, o diretor afirma que, além do desrespeito ao colocar produtos sem condições de uso ou fora dos padrões de higiene, eles colocam em risco a saúde da população. “Se um alimento estragado for consumido, pode levar uma pessoa a apresentar transtornos digestivos e intoxicação alimentar grave e possível internamento hospitalar”, alerta o diretor.

Manoel Mattos informa ainda, que o município conta com equipes de fiscais que visitam, diariamente, inclusive nos fins de semana, vários tipos de estabelecimentos comerciais como supermercados, feiras livres, farmácias, laboratórios, vendedores ambulantes entre outros. “Temos cerca de cinco mil estabelecimentos regulados , fiscalizados rigorosamente pelo serviço de Vigilância Sanitária do município, para garantir a segurança alimentar de nossa população”.

Os alimentos com suspeita de falsificação ou de algum tipo de irregularidade são apreendidos e têm amostras coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central (LACEN), em Salvador, para análise fiscal, segundo o diretor.

 

Legenda: O alimento contaminado foi encontrado em um mercado de carnes no bairro São Caetano

  • Criado em .

Ao empossar a nova diretoria do Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães, na última terça-feira (06), o prefeito Fernando Gomes disse que escolheu os profissionais para comandar o destino da unidade porque conhece o trabalho e a competência de cada um e que por isso pode cobrar ação. Lembra que o hospital precisa cumprir a missão de tratar e cuidar da saúde de pacientes de Itabuna e de vários municípios da região.

O prefeito empossou Karla Rocha de Macedo Menezes para a Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI) e o diretor administrativo e financeiro, José Heitor Rocha Dourado, numa solenidade bastante concorrida, com a presença de secretários, diretores e servidores municipais, além de vereadores e convidados.  Ele destacou que a instituição, construída com dinheiro do povo de Itabuna, é aúnica no estado a atender, gratuitamente, mais de dois milhões de pessoas dos 160 municípios baianos pactuados.

O Hospital de Base conta com cerca de 500 funcionários. O prefeito pediu o apoio dos profissionais do mesmo e da população para ajudar a nova diretoria no que for necessário. “A missão é muito importante para os milhares de pacientes que precisam de atendimento diariamente”, concluiu Fernando.

A nova diretora, Karla Macedo, agradeceu pelo convite do prefeito para a nova tarefa e garantiu “jogar duro” e fazer valer a confiança depositada. “Sei da importância social que este hospital tem para nossa comunidade, sei do desafio que teremos, mas também sei da resolutividade e do potencial para funcionar bem a atender a população”.

Já o novo diretor financeiro, José Heitor, com mais de 36 anos de experiência em bancos, disse que veio para somar esforços, “num trabalho sério e dedicado, espero trabalhar duro, com o apoio de todos”.À mesa, o vereador Antônio Cavalcante lembrou aos diretores e servidores que cuidar da vida das pessoas é uma tarefa árdua.

 

Legenda: Posse da nova diretoria do Hospital de Base

  • Criado em .

O primeiro procedimento sem nenhuma incisão cirúrgica foi realizado há cerca de 20 dias, pelo especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Cirurgia Bariátrica, Fabrício Messias

 
Dr. Fabrício Messias diz que a gastroplastia endoscópica é segura, eficaz e sem cortes

Uma parceria de sucesso com investimentos em alta tecnologia e mão-de-obra especializada, trouxe mais um procedimento de referência ao tratamento da obesidade aos serviços da Santa Casa de Itabuna, a gastroplastia por via endoscópica.O primeiro procedimento sem nenhuma incisão cirúrgica foi realizado há cerca de 20 dias, pelo especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Cirurgia Bariátrica, Fabrício Messias.

De acordo com o médico, a gastroplastia endoscópica é segura, eficaz e sem cortes. “O procedimento consiste na introdução de um equipamento flexível pela boca, como acontece nos exames endoscópicos. Com ampla visão do estômago, realizamos suturas no órgão, deixando-o com a forma tubular. Realizado em ambiente hospitalar, dura em média 60 minutos e prevê apenas um período de quatro horas para que o paciente fique em observação, sendo liberado na sequência. Em casa, deve apenas seguir uma dieta prescrita antecipadamente”, explicou.

Além de todas as vantagens de um procedimento minimamente invasivo, essa técnica pode ser realizada em pacientes com obesidade grau I e pacientes operados que obtiveram reganho de peso . Portanto, não são métodos que se competem ou se comparam. Vale lembrar que a obesidade grau I vem logo depois do sobrepeso (IMC entre 30 e 34,9).

 

Pioneirismo

Em 2007, a Santa Casa de Itabuna foi pioneira ao realizar a primeira cirurgia bariatrica por video- laparoscopia no interior da Bahia. Fruto de uma parceria entre o ICBM( Instituto de Cirurgia Bariatrica e Metabólica ) , coordenada por  Dr.  Fabricio Messias e  a SCMI . Nesses 10 anos, mais de 2.000 procedimentos foram realizados. “Durante todo esse tempo não paramos de inovar , oferecendo treinamentos em cirurgias laparoscópica avançada , atraindo investimentos de empresas renomadas como Johnson e Johnson  e  Meditronic , fortalecendo nossa instituição e colocando em situação de referencia nacional no tratamento cirúrgico da obesidade”, ressaltou Dr. Fabricio.

 

  • Criado em .

Moradores da Bananeira foram os primeiros beneficiados pelo projeto Santa Casa nos Bairros, iniciativa da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna que pretende alcançar mais dez bairros da cidade até dezembro. O mutirão foi realizado sábado (3), na Escola Ação e Cidadania, e alcançou 450 atendimentos, incluindo 137 consultas médicas.

“Há mais de 10 anos não vou a um médico”, disse dona Júlia Oliveira, primeira moradora do bairro Bananeira atendida no mutirão, que ofereceu serviços médicos gratuitos nas especialidades de Pediatria, Clínica Geral, Cirurgia Geral e Cardiologia, com realização de eletrocardiograma. Além das consultas médicas, uma Feira de Saúde disponibilizou para a população uma média de 200 atendimentos em Nutrição e Fisioterapia orientação nas áreas de Oncologia, Banco de Leite, Banco de Sangue, Nefrologia e Doação de Órgãos, Parto Adequado.

 


O mutirão contou com serviços médicos em várias especialidades, além de orientações sobre saúde e espaço para crianças

 

A inciativa contou ainda com um Espaço Kids, coordenado pela Psicóloga Carolina Cavalcante, que gerou atendimento a 52 crianças. “Tivemos nossos voluntários apoiando a Oficina de Desenho e a Contação de Estória, que teve a participação especial de Ciça Contadora de História e da Big Folia”, disse a psicóloga.

O morador Balbino dos Santos, atendido pelo cardiologista, enalteceu a iniciativa da Santa Casa. “É muito difícil conseguir vaga para cardiologista, mas hoje saio daqui feliz. Agradeço a vocês pelo que estão fazendo aqui”, disse seu Balbino, emocionado.

Idealizado pelo provedor Eric Júnior, o projeto Santa Casa nos Bairros mantém proposta colaborativa e integradora, sendo executado somente a partir do envolvimento de voluntários da Santa Casa, líderes comunitários, empresários locais, poder público, profissionais liberais e, principalmente, a comunidade. “Agradeço a cada um que acreditou no projeto e fez com que ele saísse de plano para realidade. O objetivo foi alcançado: fizemos o bem e lançamos o modelo para as próximas edições, tendo sempre como base a doação de tempo, respeito e saúde”, destacou Eric Junior.

  • Criado em .

Durante a semana festiva, músicas natalinas, orações, deliciosos lanches e distribuição de brindes  animaram pacientes, acompanhantes e funcionários

 

Já é tradição a Festa de Natal dos pacientes da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. A ação movimenta e traz outro clima para a unidade hospitalar. A programação que teve vários momentos no mês de dezembro, encerra na próxima quinta-feira (21)  com os pacientes e acompanhantes do Hospital São Lucas. As confraternizações  que já foram realizadas  nos  hospitais Calixto Midlej Filho e Manoel Novaes  foram realizadas com o apoio  das Irmãs Auxiliadoras da Santa Casa, de ONGS e funcionários de todas as instituições.

Durante a semana festiva, músicas natalinas, orações, deliciosos lanches e distribuição de brindes animaram pacientes, acompanhantes e funcionários da Santa Casa de Itabuna. No setor da hemodiálise, por exemplo, pacientes e acompanhantes participaram de um animado bingo organizado pelos funcionários. Na quimioterapia e na radioterapia muita música, teatro, distribuição de brindes e emoção tomou conta de todos.  “Eu vim acompanhar a minha amiga Clemilda Arruda, estou nessa rotina a três meses, moramos em Porto Seguro, hoje estou especialmente feliz e emocionada com essa linda festa”, disse Maria de Fátima.

O espírito natalino invadiu  ainda o Hospital Manoel Novaes, onde dezenas de   crianças e adolescentes receberam a visita  do Papai Noel, que  não  fez  apenas a alegria da criançada, mas de toda a equipe hospitalar e acompanhantes dos pacientes.  Segundo a coordenadora da unidade Adriana Galvão, o Natal faz parte da política de humanização do hospital, que busca promover o bem-estar do paciente no período de internação e, assim, contribuir com a sua recuperação. “Acreditamos que ações humanizadas contribuem para a recuperação do nosso paciente, e consequentemente, reduz o tempo que eles permanecem no ambiente hospitalar. O nosso compromisso é de promover a saúde, buscando realizar a missão da SCMI, que é salvar vidas”, esclareceu a diretora.

 

Legenda; O espírito natalino invadiu  ainda o Hospital Manoel Novaes, onde dezenas de   crianças e adolescentes receberam a visita do Papai Noel

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: